EducaPX SitePX AWS Contraste Aumentar/Diminuir a fonte

Entrevista online com a professora Daniela Gissoni

"A proposta do EducaPX é o desenvolvimento de uma ferramenta para o auxílio pedagógico".

- Professora Daniela Carita Gissoni          

 

Site feito em EducaPXFormada em Geografia e Pedagogia com pós-graduação em Tecnologia da Educação e mestrado em Educação, a professora Daniela Carita Gissoni, 39 anos, adquiriu uma vasta experiência na área da Educação no decorrer de seus 19 anos de magistério. Trabalhando como Professora de Informática Educativa na Escola Municipal de Ensino Fundamental Prof. Marili Dias, ao criar um site na plataforma do EducaPX, a mestre pode trabalhar melhor a questão do mundo virtual dentro da escola. Atualmente a professora exerce o cargo de Gestora de Informática Educativa na Diretoria Regional de Ensino de Pirituba/Jaraguá, e gentilmente concedeu-nos  uma entrevista online relatando sua experiência utilizando a plataforma do EducaPX para criar o site Educação e Tecnologia. Acompanhe a seguir a entrevista com a professora Daniela.

 

Como a senhora construiu o seu site?

A ideia da construção de um espaço virtual veio da necessidade de ao mesmo tempo, informar e “ilustrar” as diversas ações de formação com os Professores Orientadores de Informática Educativa (POIE), assim como, da possibilidade de uma ferramenta da qual os diversos usuários tivessem acesso a diversos arquivos, disponibilizados, sobre vários temas envolvendo a Educação e a Tecnologia.

Qual é a sua opinião a respeito do EducaPX?

O EducaPX é uma ferramenta que permite o acesso fácil e rápido do conteúdo a ser disponibilizado na rede, de modo a favorecer ao usuário uma experiência que permita a criação de ambientes virtuais de maneira simples, o que possibilita também a sua utilização com as escolas, professores e com alunos.

Site feito em EducaPXA senhora achou fácil mexer na ferramenta?

Achei a ferramenta muito fácil. Muito parecida com os Blogs, mas com alguns diferenciais bem úteis para os variados propósitos educacionais.

A senhora gostou da experiência de produzir o seu site com a ferramenta do EducaPX?

Gostei muito de produzir meu site com a ferramenta do EducaPX, pela simplicidade, mas, também, pela incrível visibilidade que proporciona.

Os seus alunos costumam acessar o site da senhora criado com a ferramenta do EducaPX?

Hoje o site é acessado, principalmente, pelos professores que participam das minhas formações, assim, como meu público alvo atualmente são os docentes, acredito que o propósito inicial da criação desse espaço foi atingido. Mas a ferramenta é perfeitamente acessível aos alunos também.

Os pais de seus alunos costumam acessar o site da senhora?

Atualmente estou “desenhando” uma página de opiniões a respeito da Educação, voltada à comunidade escolar em geral. Mas esse projeto é para 2015. O objetivo inicial é a divulgação das atividades pedagógicas desenvolvidas na escola, assim como um “canal” direto com os pais dos alunos. Em conversas com os professores, durante as formações, os acessos dos pais ao site são comentados como ações frequentes.

A senhora acredita que o EducaPX é uma ferramenta de comunicação entre o professor e a escola com a sociedade?

Com certeza. A forma de como a ferramenta foi pensada já facilita a comunicação e o acesso às diversas informações e propósitos pedagógicos da escola.

Como foi a sua experiencia de ser o autor de seu próprio site?

A experiência está sendo muito gratificante. Hoje a Internet é utilizada com frequência por alunos e professores com a finalidade, também, de pesquisa e produção, e é neste sentido que esse espaço deve ser visto e utilizado como um instrumento de autoria com possibilidades de produção e também de criação dessas produções pelos seus autores. Estamos trabalhando com a questão da autoria nas escolas da Rede Municipal de São Paulo atualmente, e viver esse processo, por meio desse espaço virtual, contribui muito para o processo de formação de todos os alunos e professores.

Site feito em EducaPXOs seus alunos já usam a ferramenta do EducaPX?

Muitos professores que participam das minhas formações já utilizam a ferramenta e tenho conhecimento de que muitos dos alunos também.

Como está sendo a experiência de seus alunos manuseando a ferramenta do EducaPX?

O relato de alguns professores é de que a ferramenta é fácil e útil, principalmente para que os alunos possam “revisitar” (a qualquer momento) as aulas, pois muitos professores criam o site de maneira a atender as expectativas referentes aos currículos escolares, o que também pode ser muito válido quando o professor se utiliza dessa ferramenta como uma metodologia no auxílio da aprendizagem do aluno.

Você acha importante os alunos tratarem e chamarem o professor(a) de "senhor(a)"?

Acredito que o respeito ao indivíduo não se apresenta por palavras, mas sim por ações. Chamar o professor de “senhor” ou não, não influenciará em nada na aprendizagem do indivíduo, principalmente quando o objetivo é de garantir a reflexão crítica dos educandos e potencializar valores construtivos em uma perspectiva que respeite seus costumes, crenças e diferenças. Meus alunos, os adolescentes da EMEF Prof. Marili Dias, me chamavam e ainda me chamam de Dany.

A senhora acredita que os ensinamentos de criações de sites deveriam ser introduzidos no currículo escolar, para que justamente o professor possa ensinar ao aluno o que significa estar na web? A importância, os perigos e as consequências de se expor na internet?

Com o advento tecnológico surgiu a necessidade de se pensar o espaço escolar como algo compartilhado por todos os atores, todos os envolvidos nesse processo pedagógico e não mais como uma visão passiva e representativa de conceitos transmitidos ou pré-estabelecidos. Este, atualmente, é um espaço de reflexão, de criação, de ideias, onde professores e alunos buscam juntos, a construção do conhecimento. E é nesse espaço que as tecnologias devem funcionar como um estímulo, uma ferramenta permanente á produção desses conhecimentos e construção de currículos.
A Rede Municipal de Educação da São Paulo já trabalha nessa perspectiva, pois perpassa em seu currículo escolar as tecnologias da educação, não só nas diferentes disciplinas e modalidades, mas também na figura do Professor Orientador de Informática Educativa (POIE) que atende semanalmente do 1º ao 9º ano e tem em sua programação pedagógica e em seus Projetos essa perspectiva do processo de ensino e aprendizagem voltado à utilização das diversas mídias e reflexões acerca do protagonismo dos alunos, das responsabilidades no universo online, da autoria em diversos ambientes virtuais e do uso da internet. Assim, como educadora, principalmente nesta área, vejo a importância de estabelecer discussões/reflexões acerca desta temática em todas as disciplinas do currículo escolar.

A senhora acha importante ensinar para os alunos como funcionam os direitos de imagem?

Com certeza esse tema é de extrema importância e se trata de trabalho que deve ser feito constantemente com os alunos. É preciso intensificar na escola o verdadeiro sentido dos “espaços virtuais”, envolvendo alunos e professores na produção de reflexões que possam trabalhar esse universo de informações de forma mais interativa, para que assim, todos possam utilizar a Internet de uma maneira realmente construtiva. O início dessa discussão se dá por meio da importância dos direitos de imagem, direitos autorais entre outros. O indivíduo é responsável por aquilo que está publicando, compartilhando, curtindo ou comentando, pois a circulação de ideias, de culturas, de linguagens, de opiniões no espaço virtual, deve ser respeitada como direito individual, social, humano.

Site feito em EducaPXQual é a sua opinião sobre o caso das alunas de Taboão da Serra, vítimas de crime sexual?

Penso que estamos em processo de construção de conhecimento no espaço virtual, e que esse processo, neste espaço, possibilita ao indivíduo experiências mais abrangentes e muitas vezes, sem restrições. Assim, é muito importante a observação e a reflexão referente a gama de informações disponíveis na rede e, também, como filtrá-las e utilizá-las. A escola faz parte do processo do indivíduo, cabendo aos educadores (professores, gestores e funcionários que atuam nas escolas) o trabalho, também, como mediadores, auxiliando os alunos a compreenderem o que está posto nestes espaços. O diálogo é imprescindível no espaço escolar, exigindo reflexões constantes entre alunos e alunos, alunos e escola, escola e comunidade, alunos e pais.
A prática desse ato tem deixado muitas escolas “impotentes” perante a rapidez, o alcance e a depreciação ocorridas, portanto, acredito que a melhor maneira é a prevenção por meio de trabalhos coletivos (escola e comunidade) que levem os indivíduos as reflexões do que é público, do que é privado, do que é crime.

A proposta do EducaPX é fornecer um trabalho de educação e tecnologia que deve ser vinculado ao desenvolvimento de conceitos, e não de técnicas. Os meninos e meninas sabem filmar, fotografar, editar, produzir e programar.
Aprendem em tutoriais, aprendem uns com os outros.
O que eles ainda não sabem, ainda não tem e não aprenderam sozinhos é desenvolver a noção das consequências do que produzem. Precisam ter a consciência da projeção do que eles pensam, a reflexão sobre o que vêem e compreenderem a importância da mediação de um adulto.
Um adulto emocionalmente mais estruturado e pedagogicamente preparado, possibilitará as vivências curriculares necessárias para o desenvolvimento da auto regulação desta geração. Para que o uso da tecnologia não destrua vidas em pleno desenvolvimento.
Qual é a sua opinião a respeito desta proposta do EducaPX?

Penso que o caminho é esse. Que a construção de conhecimento é coletiva e nesse sentido, sei que a proposta do EducaPX é o desenvolvimento de uma ferramenta para o auxílio pedagógico, permitindo a reflexão em conjunto, onde professores e alunos poderão construir conhecimento, compartilhar experiências e utilizar os variados recursos que a Internet oferece, apropriando-se pedagogicamente dessa tecnologia.

Categoria: Entrevistas
Tags: aluno, criar um site, educapx, escola, professor

voltar para Casos de sucesso

left show tsN fwR fsN|left fwR tsN|left show fwR tsN|bnull||image-wrap|news c05|fsN fwR normalcase c05 tsN|c05|login news fwR normalcase c05|tsN fwR c05 normalcase|normalcase fwR c05|content-inner||